NOTÍCIAS

MEDIA CENTRE DA FIBROGLOBAL

SERVIÇOS DE ACESSO À REDE DE FIBRA ÓTICA JÁ DISPONÍVEIS EM 42 CONCELHOS DA ZONA CENTRO
14-10-2013

No âmbito da construção de redes de nova geração em curso na Zona Centro, está já ao serviço a rede de acesso no concelho de Oleiros.


Passam assim a estar disponíveis as redes de acesso nos 42 concelhos abrangidos pelo projeto:

Penalva do Castelo 
Vila Nova de Paiva
Idanha-a-Nova
Carregal do Sal
Fornos de Algodres
Proença-a-Nova
Santa Comba Dão
Sátão
Vouzela
Góis
Pinhel
Trancoso
Vila de Rei
Vila Nova de Poiares
Penamacor
São Pedro do Sul
Mação
Sardoal
Ferreira do Zêzere
Alvaiázere
Castanheira de Pera
Figueira de Castelo Rodrigo
Aguiar da Beira
Penacova
Ansião
Figueiró dos Vinhos
Penela
Manteigas
Mortágua
Castro Daire
Miranda do Corvo
Tábua
Almeida
Meda
Sabugal
Meda
Pampilhosa da Serra
Pedrogão Grande • Constância
• Vila Nova da Barquinha

• Sever do Vouga
• Sertã
• Oleiros

A rede está disponível, para acesso dos operadores de telecomunicações nela interessados, num conjunto de lugares que abrangem cerca de 50% da população destes concelhos.

A Fibroglobal não atuará como operador retalhista, isto é, não prestará serviço diretamente ao cliente final, tendo para o efeito celebrado um contrato com a PT Comunicações. Os clientes finais interessados em usufruir dos serviços de telecomunicações sobre fibra ótica deste operador, nomeadamente o MEO FIBRA, poderão para o efeito contactar o seu serviço de atendimento 16200.

A Fibroglobal disponibilizará também o acesso à sua rede a qualquer outro operador de telecomunicações que venha a manifestar interesse em oferecer, nos locais cobertos, serviços de telecomunicações sobre fibra ótica. 

Conforme já anteriormente divulgado, os operadores licenciados poderão consultar a descrição dos serviços de acesso à rede de fibra ótica, disponibilizados  pela Fibroglobal nos concelhos referidos, neste site. Para mais informação consultar a página da Zona Centro.

Recorda-se que o projeto de Redes de Nova Geração que a Fibroglobal está a implementar na Zona Centro é apoiado por financiamento público, com participação de fundos comunitários, sendo esse apoio concretizado, nesta zona, através do Mais Centro e do PRODER, envolvendo um valor de 30 milhões de euros, o que representa 70% do investimento inicial. Os principais objetivos a atingir pelo projeto são:

Maximizar a cobertura disponível por RNG em todos os concelhos, com cobertura mínima de 50% da população até 2013.

Assegurar um débito mínimo, no sentido descendente, de 40Mbps.

Proporcionar serviços avançados interativos, como telemedicina, administração pública em linha e ensino em linha.

       



VER TODAS AS NOTICIAS



2012 © FIBROGLOBAL. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.