NOTÍCIAS

MEDIA CENTRE DA FIBROGLOBAL

Comunicado de imprensa de 27.3.2018
27-03-2018

No seguimento da entrevista do Eng. Miguel Almeida, Presidente Executivo da NOS, à edição do jornal Expresso de 24 de março de 2018, onde são produzidas algumas afirmações relativas à Fibroglobal, falsas e caluniosas, a Empresa vem formalmente desmentir as mesmas. Assim:

  • A afirmação de que há clientes sem serviço nas zonas afetadas pelos incêndios porque esses clientes estão suportados na rede da Fibroglobal é falsa. Os incêndios tiveram de facto um impacto significativo na rede da Fibroglobal, uma vez que foram afetados 32 dos 42 concelhos em que a Fibroglobal tem a sua rede implantada na Zona Centro, com mais de 620 km de traçados de Fibra Ótica afetados e com um custo de reconstrução total estimado superior a 1,5 milhões de euros. No entanto, a Fibroglobal tem todos os trabalhos de reposição da rede afetada pelos incêndios, com impacto nos acessos dos clientes à rede, finalizados, não existindo quaisquer situações de indisponibilidade de serviço por esse motivo.
  • A afirmação de que a Rede da Fibroglobal abrange 250.000 lares está errada. A Rede da Fibroglobal assegura uma cobertura mínima de 50% da população de cada concelho em que está presente. Essa cobertura corresponde a 84 mil lares de residência habitual, de acordo com os censos de 2011.
  • A afirmação de que a Rede da Fibroglobal não está aberta a outros operadores é falsa. Aliás, quer a própria NOS, quer a ONI, para além da MEO são clientes da rede da Fibroglobal, desde 2016.
  • A Fibroglobal é um protagonista de referência nas regiões onde atua, contribuindo ativamente para o desenvolvimento e bem-estar das populações abrangidas. Para tal pratica uma gestão criteriosa dos seus recursos, praticando preços inferiores aos inicialmente previstos no contrato com o Estado e em linha com as ofertas publicadas pelo operador DST.



VER TODAS AS NOTICIAS



2012 © FIBROGLOBAL. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.